Tapajós sob o Sol – estudo inédito sobre riqueza socioambiental e de biodiversidade da bacia do Tapajós

Publicação da International Rivers traz estudos inéditos sobre riqueza socioambiental e de biodiversidade da bacia do Tapajós, como também potenciais ameaças de exploração do território.

Brasília, DF – A organização International Rivers lançou no dia 14 de fevereiro a publicação Tapajós sob o Sol – Mergulho nas características ecológicas, socioculturais e econômicas da bacia hidrográfica. Escrita por um conjunto de pesquisadores que se debruçaram sobre os aspectos socioambientais de um dos maiores ecossistemas de água doce do Brasil, o livro online e gratuito traz estudos aprofundados sobre arqueologia, biologia e economia sustentável.

A publicação também pesquisa a bacia e seus rios a partir de uma perspectiva de saberes das populações tradicionais que nela vivem. “Para nós, o rio Tapajós é um rio sagrado. Ele foi criado por Karosakaybu (ancestral reverenciado pelos Munduruku). Alguns Munduruku viraram peixe, outros viraram aves, outros viraram árvores, outros porcos. A gente sabe como este rio foi construído, e ele tem relação com a nossa história e a da floresta”, relata a liderança indígena Cacique Juarez Saw Munduruku da aldeia de Sawré Muybu dentro do sumário-executivo.

Um dos diferenciais do estudo é perfilar a bacia do Tapajós como um território cheio de potências e que precisa ser preservado a todo custo. Artigos discutem temas como a importância da arqueologia local ser mais estudada – que conta a história ameríndia da região e também do continente – ou quais as tecnologias sociais utilizadas pelas populações locais para gerar economia e preservar a floresta e os rios.

“Com “Tapajós Sob o Sol”, queremos trazer luz a uma das principais bacias hidrográficas da região amazônica, que mesmo diante de sua importância para a biodiversidade global, está sendo constantemente alvo da nova onda de expansão do agronegócio, da mineração e infraestrutura, como grandes e pequenas hidrelétricas que estão se instalando agressivamente na área”, detalha Flávio Montiel, diretor do programa da Amazônia na International Rivers.

A publicação conta com artigos escritos pelos pesquisadores Bruna Cigaran, Ricard Scoles, Bruno Peregrina Puga e Ana Blaser. Ela tem também prefácio de Ailton Krenak, o cacique Juarez Saw Munduruku, a liderança ribeirinha Padre Edilberto Sena e também posfácio do empreendedor social Caetano Scanavinno, da organização Saúde e Alegria.

Bacia do Tapajós: potências e ameaças

Com mais de 490 mil quilômetros quadrados de extensão, a massiva bacia do Tapajós banha os Estados do Mato Grosso, Pará e e Amazonas. Rios como o Tapajós e o Juruena fazem parte deste ecossistema. São mais de uma centena de espécies endêmicas da região. Este potencial sustentável é ameaçado por mais de 43 projetos de hidrelétricas planejados e desastres socioambientais em curso, como a contaminação das águas por mercúrio proveniente da mineração.

O potencial do Tapajós como território que oferece soluções de economia sustentável está longe de ser adequadamente aproveitado. Comunidades tradicionais há anos têm empregado tecnologia sociais para fazer girar uma economia sustentável. Estas práticas estão em franca oposição ao modelo extrativista que ameaça a região, causando desmatamento, poluição dos rios e outros desastres ambientais.

Uma das grandes ameaças que se avizinha é a construção de um complexo de hidrelétricas no rio Tapajós. Com o nome UHE São Luiz do Tapajós, este projeto interrompido em 2016 e agora reavivado terá impactos significativos nas populações que vivem ao redor do rio Tapajós, como também na biodiversidade da bacia.

“A região do Tapajós ainda tem traços importantes de preservação, mas se não for defendida a tempo, terá graves consequências ambientais e sociais como já vimos acontecer na região do Xingu e da Amazônia. Precisamos colocar nossos olhos e empenho no rio Tapajós e seus afluentes para garantir a segurança das populações que ali vivem”, finaliza Montiel.

Acesse a publicação completa (em português)

Acesse os sumários executivos (em inglês e espanhol).

Contatos 

Cecília Garcia, jornalista da equipe da América Latina da International Rivers, [email protected], Isadora Armani, jornalista da equipe da América Latina da International Rivers,  [email protected] 

Texto originalmente copiado do link:

https://www.internationalrivers.org/news/nova-publicacao-da-international-rivers-para-proteger-a-bacia-do-tapajos-e-necessario-apostar-em-tecnologias-biossustentaveis-desenvolvidas-dentro-da-regiao/

Fevereiro de 2022

Compartilhe

Com muito ❤ por go7.site