COGERH (CE): primeiro órgão gestor que adere ao monitoramento da governança das águas

Em reunião da Diretoria da Companhia de Gestão e Recursos Hídrico do Ceará (COGERH/CE) realizada no último dia 5 de abril, foi aprovada por unanimidade a adesão do primeiro órgão gestor ao Protocolo de Monitoramento da Governança das Águas.

A COGERH que é pioneira desde os primeiros momentos na construção do Observatório da Governança das Águas e do Protocolo, agora, mantendo seu pioneirismo, faz a adesão do monitoramento da governança.

Segundo, João Lúcio Farias – Presidente da COGERH, “a Instituição vem participando da criação do observatório das águas desde o início. É fundamental uma instituição independente para acompanhar o processo de gestão de águas no país, por isso a importância do observatório em acompanhar a evolução da política e da gestão nacional de recursos hídricos e os indicadores criados”.

Continuando, João Lúcio Farias, diz, “agora temos os indicadores de monitoramento de recursos hídricos no país.  Ele se sente feliz em ser a 1ª a participar e a aderir nesse processo de monitoramento. Vamos acompanhar atentamente esses indicadores de gerenciamento das águas do nosso país. Não podemos deixar de participar desse projeto. Essa adesão é importante para o sistema estadual de água do Ceará”.

Já Emanuel Barreto de Oliveira, Assessor da Diretoria de Planejamento, diz que “a aplicação do monitoramento dos indicadores de governança da gestão dos recursos hídricos, será mais um instrumento usado pela COGERH contribuindo no aperfeiçoamento das suas ações no estado”.

Emanuel ainda detalha os encaminhamentos operacionais sobre a adesão, dizendo que “em breve será assinado uma portaria pelo presidente constituindo um grupo de trabalho que será capacitado para aplicação desse instrumento”.

O OGA agradece a confiança e a parceria da COGERH que é um dos primeiros órgãos gestores do Brasil e que agora terá mais uma ferramenta para colaborar com os resultados.

O que é o Protocolo de Monitoramento da Governança das Águas?

O protocolo é uma ferramenta para realização do monitoramento da governança que foi construído no âmbito da rede dos membros do OGA.

O protocolo serve como uma ferramenta para facilitar o trabalho dos integrantes do SINGREH, no que se refere a suas políticas para as águas e a forma como vêm sendo aplicadas. Ao avaliar suas ações, fica mais simples descobrir o que funciona e o que não funciona e, dessa maneira, fornecer elementos para a elaboração de planos de ação.

Neste link — https://observatoriodasaguas.org/monitoramento-da-governanca/ — está disponível o material referente ao monitoramento da governança das águas

O Observatório da Governança das Águas (OGA Brasil)

O OGA Brasil é uma rede multissetorial que reúne 61 instituições do poder público, setor privado e organizações da sociedade civil e 22 pesquisadores que tem a missão de gerar, sistematizar, analisar e difundir as práticas de governança das águas pelos atores e instâncias do SINGREH, por meio do acompanhamento de suas ações.

O Comitê Gestor do OGA-Brasil é composto pela Fundação SOS Mata Atlântica, Instituto Democracia e Sustentabilidade (SP), Instituto Portas Abertas (ES), Instituto Rios Brasil (AM), Instituto Trata Brasil, Nosso Vale Nossa Vida (RJ), The Nature Conservancy (TNC) e WWF-Brasil.

Nossos agradecimentos a ASCOM/COGERH na produção deste notícia.

Secretaria Executiva/Comitê Gestor do OGA Brasil.  Abril de 2022

 

 

Compartilhe

Com muito ❤ por go7.site